28/09/16

Galaxy Note 7 - Samsung não consegue livrar-se das 'explosões'

Galaxy Note 7

Samsung não consegue livrar-se das 'explosões', equipamentos novos também estão a explodir



Que os novos modelos do Galaxy Note 7 trocados no programa global de recall já andavam com alguns problemas relacionados com as suas baterias e super-aquecimento já não era novidade para ninguém, mas de acordo com uma notícia recente, a Samsung parece não ter se livrado ainda das supostas explosões que rodeia seu phablet anunciado em  meados Agosto.

Segundo a Bloomberg, o chinês de nome Hui Renjie, que tinha comprado um Galaxy Note 7 na china através do site JD.com, foi a mais uma vítima de explosão, não nos podemos esquecer que os  modelos chineses deste equipamento, teoricamente deveriam vir com baterias não defeituosas.

Hui Renjie comentou que seu smartphone havia explodido poucos dias após ter sido tirado da caixa, e apesar de não ter adiantado mais detalhes sobre o cenário que levou à explosão, a vítima ficou com  dois dedos queimados e um MacBook danificado.


Hui Renjie recebeu a visita de um representante da Samsung, que se ofereceu para levar o equipamento, mas Renjie não aceitou a oferta. O rapaz informou que não confia na perícia da empresa sul-coreana e que seu desejo é publicar sobre o problema. A fabricante ainda permanece em contacto com o utilizador, ainda não sabemos se uma resolução final apara este problema foi ou não encontrada.

Temos de salientar que este não é o primeiro caso de um Galaxy Note 7 que explode na China; em outra ocasião, o equipamento também explodiu, porém, a Samsung concluiu que a explosão havia ocorrido devido às altas temperaturas externas.

Até haver um esclarecimento publico , não há razão para que donos do Galaxy Note 7 que tenha sido substituído pelo programa de recall se preocupem. É claro que, caso outro defeito na bateria seja encontrado, a Samsung terá novamente seu nome em 'cheque', dando início a um segundo recall global.




https://goo.gl/hUFehp

PARTILHAR ISTO

Comentar no Facebook

0 comentários: