08/02/17

Computador - deves ou não deixá-lo ligado?

 Computador - deves ou não deixá-lo ligado?

 

Esta é uma das perguntas que mais vezes respondemos no mygadgets! Tu és daqueles que desliga o computador todos os dias ou deixas o bicinho ligado? Seja qual for o teu perfil, deves ter optado por esse procedimento muito supostamente porque ouviste dizer que o computador supostamente acaba ficando “desgastado” e com uma menor vida útil.

Agora, será que desligar o PC todos os dias ou deixa-lo ligado por meses interfere realmente com a vida útil da tua máquina ? A resposta é bem difícil, mas, continua a ler o artigo.  

Vamos então começar por dizer que esse mito de ligar e desligar o PC têm algum fundamento. Originalmente os Discos Rígidos têm uma agulha que anda por cima do HD (conhecida por cabeça), esta é mantida a flutuar por cima do mesmo devido a uma almofada de ar originada pela movimentação giratória do disco, esta agulha descansava em cima da superfície do disco quando o PC era desligado. Por isso e até ser empurrada novamente pelo movimento do disco, havia aí um risco de causar danos.


 Segundo o que disse ainda ao site Digital Trends, Steven Leslie, agente da empresa Geek Squad que sse não era o único problema encontrado em ligar e desligar o PC : “Toda vez que o computador é ligado, ele tem um pequeno surto pico de energia enquanto tudo começa a a funcionar e se você está ligando ele múltiplas vezes ao dia, isso pode diminuir o seu ciclo de vida”.

Hoje em dia felizmente, nos computadores mais recentes um boa parte desses problemas acabaram.Os PCs a partir aproximadamente dos anos de 2000, as "cabeças" dos discos rígidos automaticamente retraem para um ponto onde deixa de estar em contacto com a superfície do disco quando se desliga o sistema; isto claro quando a máquina em questão não usa já os SSDs.

Ainda os tais defeitos de picos de energia causados quando tudo começava a funcionar, deixam igualmente de existir, visto que os mais variados componentes utilizados atualmente não utilizam qualquer parte mecânica. Obviamente ainda existe muitas controvérsias quanto aos estragos causados nesses sistemas, mas o consenso geral que o numero de peças que sofre desgaste é bem menor quando comprado com os PCs mais antigos.

Para exemplo disso visitamos o site da Energy Star, e retiramos esta afirmação um PC moderno é projetado para aguentar um total de 40 mil ciclos de ligar e desligar antes de falhar. Por isso se levar-mos em considerando que isso equivale a uns 109 anos ligando e desligando o teu computador diariamente uma vez por dia, é difícil imaginar que consigas levar o mesmo a falhar pelos 5 a 7 anos, em média, que normalmente as pessoas mantém um computador.



Agora muitos perguntam-se: se isto quer dizer que os nossos PCs estão completamente seguros de problemas de serem ligados ou desligados? Não é tão linear assim. Mesmo os componentes de topo, como baterias, os discos rígidos mais recentes ou mesmo coolers, têm um ciclo de vida limitado e esse processo acaba por danificar alguns componentes.

Mas não precisas de ir a correr ligar o teu PC e deixar o computador sempre ligado, isto porque, também traz  problemas. Isto porque deixar os componentes em atividade faz com que eles acumulem calor por longos períodos de tempo o que, pode causar desgaste nos coolers e no hardware por falta de ventilação adequada.

Quem disse que esta era uma questão fácil? Já o Steven Leslie resumiu esta questão muito bem: “Deixar um computador ligado constantemente causa menos stress do que desligá-lo e ligá-lo várias vezes por dia , mas  o stress é contínuo.”

Este dilema, depende mais das tuas necessidades do que propriamente avaliar o que causa mais ou menos desgaste, visto que nas duas situações existe sempre algum tipo de stress causado ao PC. Deixamos uma lista aqui em baixo para te ajudar a decidir o que é melhor para o teu caso:

Desligar o PC

Prós:
  • Com o sistema desligado, tu economizas na energia e a poupança é maior ainda nos PCs de alto desempenho;
  • Manter o PC desligado durante a noite garante um descanso mais silencioso;
  • Reiniciar o computador com frequência garante que muitos dos pequenos erros do dia a dia causados por softwares desapareçam.
  • O PC não vai correr riscos por picos ou falta de energia.
Contras:
  • Tu sempre vais ter que ligar o computador e esperar algum tempo que alguns casos pode chegar a alguns minutos para o poderes utilizar;
  • Caso tu não desligues o PC da tomada, ele ainda vai gastar uma pequena quantidade de energia.

Se optares por manter o PC ligado

Prós:
  • O vai estar sempre pronto para utilizar quando tu quiseres;
  • Enquanto tu dormes ele vai fazendo aqueles chatos e demorados Updates, instalações e outros;
  • Manter o sistema ligado podes utilizar o mesmo como um servidor.
Contras:
  • Por mais económico que o PC seja, ele ainda vai gastar mais energia do caso estivesse desligado;
  • Com o tempo, o computador vai apresentar alguns problemas de desempenho que facilmente seriam resolvidos ao reiniciar o mesmo;
  • O Computador vai estar a  infernizar o teu descanso devido ao barulho causado;
  • Deixar um PC ligado pode colocá-lo em risco no caso de falta ou picos de energia.

Muitos acabam por se lembrar que essas não são as únicas opções que um computador oferece, é claro, que temos as opções de suspender e hibernar o sistema.

Em resumo, essa duas opções são um meio-termo daquilo que foi  escrito antes. Ao colocar o computador  a“dormir”, o sistema salva parte da tua sessão atual na memória e desliga todos os outros componentes desnecessários. Não causando assim acumulo de calor e não força o PC quando voltares a utilizá-lo; tudo isso em troca apenas de alguns segundos a mais de espera para voltares a usar o computador normalmente e de alguns watts de energia.

Qual a diferença entre os dois modos? A resposta é simples. O modo de “Suspender” é mais rápido, uma vez que ele coloca o computador em um estado de baixo consumo de energia e deixa apenas a memória RAM para guardar a tua sessão. Já o modo “Hibernar” guarda tua sessão no disco rígido e desliga o PC por completo, o que quer dizer  que terás um menor consumo de energia e a possibilidade de continuar usar o computador no mesmo local onde parou, mas com a desvantagem do desgaste de ligar o mesmo.

Mas afinal é melhor desligar ou manter o PC ligado? 

Calculamos que quem acompanhou o artigo até ao fim, tivesse exatamente essa pergunta na cabeça :). O fato é que não existe uma escolha “certa” para esta questão e desde que trates bem o teu "menino", ele vai muito provavelmente vai durar uns bons anos.

No entanto, para dar uma pequena ajuda a quem ainda sofre com esse dilema, a nossa dica é: “Se usas o teu computador múltiplas vezes por dia, então é melhor deixá-lo ligado. Se por outro lado usas o mesmo por um período curto (uma ou duas horas)  apenas uma vez por dia, então desligue-o”, explicou Leslie.




















PARTILHAR ISTO

Comentar no Facebook

0 comentários: